1,5 milhão de pessoas marcham contra o terror na capital francesa. Foi a maior manifestação de rua desde a libertação de Paris, em 1944. Comparável aos memoráveis protestos de maio de 1968. Líderes ocidentais e muçulmanos, juntos, mostraram unidade nunca vista. Até o Hamas e o Hezbollah condenaram os ataques.

atques em paris 05

O domingo em Paris mostrou ao mundo uma união poucas vezes vista contra o terrorismo radical islâmico. A enorme multidão aplaudiu as diferenças, que iam da família real jordaniana ao premiê israelense. O povo francês também aplaudiu a sua polícia, coisa raríssima de se ver. Note-se: Obama não esteve presente. Aliás, a presença dele punha em risco a própria manifestação, já que é um dos homens mais odiados no mundo islâmico. A América Latina também não esteve bem representada, uma vez que faltaram Dilma, Cristina, Evo e Maduro. Foi basicamente um evento europeu, com adesões árabes e africanas. Mas todos sabem que o perigo continua.

ataques em paris 08

O terrorismo lembra a velha máxima da luta guerrilheira, iniciada entre Roma e Cartago, séculos antes de Cristo: “somos fortes onde não somos esperados”. Três homens e uma mulher imobilizaram a França. O terror é instrumento do pequeno contra o grande: um golpe inesperado, cruel, impiedoso. No mundo moderno, onde supostamente há outras formas de negociação, se torna insuportável. E, por ser insuportável, produziu tamanha comoção, que assistimos hoje na Europa. Mas o perigo continua.

Quantas células radicais islâmicas ainda estão adormecidas no Ocidente? Aguardam apenas a ordem de acordar nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Austrália ou Nova Zelândia. A França foi atacada porque aderiu à coalizão contra o ISIS, na Síria e no Iraque, emprestando aviação de combate para atacar os terroristas. Com o sucesso da operação em Paris, Al Qaeda e o Estado Islâmico se sentem estimulados a novos alvos. Onde? Quando? Ninguém sabe. Mas novos ataques virão, com certeza.

atentado em paris

Anúncios
Esse post foi publicado em Politica e sociedade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s