Matéria da Folha confirma bandalheira boliviana

A Folha de S. Paulo deste domingo (19 de junho de 2011), em ampla reportagem, manchete de primeira página, confirma nosso último post. Carros, ônibus e caminhões roubados no Brasil estão sendo vendidos abertamente no país de Evo Morales. Após sancionar uma lei que autoriza legalizar veículos sem documentos e de procedência desconhecida (decreto-lei 133 de 8 de junho), o presidente da Bolívia abriu as portas para o maior entreposto de veículos roubados das Américas.

Os repórteres da Folha visitaram cidades bolivianas fronteiriças e confirmaram: carros populares roubados no Brasil, modelos 2011, que aqui são negociados na faixa de 27 mil reais, lá custam apenas 5.600 reais. É uma concorrência desleal e um incentivo ao crime. Certamente, as estatísticas de roubo e furto de veículos vão subir no Brasil, muitas vezes sacrificando vidas humanas. Mulheres transportando seus filhos são as vítimas preferenciais.

Continuamos aguardando uma posição do governo brasileiro. Por quanto tempo?

Anúncios
Esse post foi publicado em Violência e crime organizado. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s