Reeleito na Colômbia, presidente Juan Manuel Santos agradece ao Brasil pelos esforços de paz.

O presidente Juan Manuel Santos, em imagem da TV alemã DW.

O presidente Juan Manuel Santos, em imagem da TV alemã DW.

Reeleito em segundo turno, com apertada diferença de votos em relação ao segundo colocado, o presidente Juan Manuel Santos consegue manter o rumo do processo de paz na Colômbia. A eleição foi um verdadeiro plebiscito: Santos obteve 50,7% e seu oponente, Óscar Zuluaga, candidato conservador ligado aos militares, 45.1%. No centro da campanha estavam justamente as negociações de paz com a guerrilha comunista, que se desenvolvem em Havana.
Ao tomar posse, o presidente Santos agradeceu os esforços diplomáticos do governo brasileiro. Além das conversas com líderes das FARCs (ver post anterior), o presidente iniciou entendimentos com o Exército de Libertação Nacional (ELN), outro grupo rebelde. O conflito armado na Colômbia é reconhecido pelas Nações Unidas como “estado de guerra”, o que garante a aplicação das leis internacionais. A guerrilha comunista é declarada “parte beligerante”, assegurando a aplicação da Convenção de Genebra.

Anúncios
Esse post foi publicado em Violência e crime organizado. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s