Pesquisa e debate eleitoral apontam reviravolta na corrida presidencial brasileira. Crescimento de Marina Silva ameaça Dilma e pode descartar Aécio Neves para o segundo turno. O Partido Socialista tem chance de conquistar a Presidência pela primeira vez na história do país.

Maria, Dilma e Aécio no debate da Band.

Maria, Dilma e Aécio no debate da Band.

A última pesquisa eleitoral do IBOPE mostra um crescimento meteórico da candidata do PSB, Marina Silva, na preferência dos eleitores. A ambientalista obteve o segundo lugar com larga vantagem em relação a Aécio Neves (PSDB), cerca de dez pontos percentuais, aproximando-se vertiginosamente da primeira colocada, Dilma Rousseff (PT). Os números ficaram assim:

Dilma: 34%

Marina: 29%

Aécio: 19%

Outros: 2%

Brancos e nulos: 7%

Indecisos: 8%

A pesquisa, encomendada pela TV Globo e pelo jornal O Estado de S. Paulo, foi divulgada no mesmo dia em que se realizou o primeiro debate dos candidatos na televisão (Band, 26 ago). Os números tiveram forte impacto sobre os concorrentes: Marina chegou com discurso de vitória; Dilma parecia inicialmente insegura; Aécio veio batendo nas duas. Tudo muito educado, mas a surpresa pairava sobre eles. Evidentemente, a morte trágica de Eduardo Campos, do PSB, cedendo lugar a Marina, teve extraordinária influência emocional sobre o eleitorado. Isso pode ser medido pela redução do número de votos nulos e indecisos, que caiu de algo parecido com 29% para 15%, se comparado a pesquisas anteriores.

Num país de fortes emoções, a morte do socialista Eduardo Campos assegurou o segundo turno, quando havia chances concretas de Dilma Rousseff vencer Aécio Neves na primeira votação, marcada para 5 de outubro. Marina desequilibrou tudo. E – a continuar o crescimento dela no mesmo ritmo – vai obter o primeiro lugar na preferência do eleitorado e despachar o socialdemocrata Aécio. A projeção matemática indica Marina com 37% e Dilma com 34% já na próxima pesquisa. No segundo turno, em novembro, a disputa entre as duas será duríssima. E o fiel da balança serão os votos dados a Aécio no primeiro escrutínio. Ou seja: salve-se quem puder.

Anúncios
Esse post foi publicado em Politica e sociedade. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Pesquisa e debate eleitoral apontam reviravolta na corrida presidencial brasileira. Crescimento de Marina Silva ameaça Dilma e pode descartar Aécio Neves para o segundo turno. O Partido Socialista tem chance de conquistar a Presidência pela primeira vez na história do país.

  1. José Antonio Severo disse:

    Não foi de graça que Marina Silva foi colocada pelo Comitê Olímpico Internacional entre as personalidades mundiais que desfilaram na abertura dos jogos de Londres. Ela não integrava a delegação brasileira. Estava ali a convite do COI. Não é pouca coisa, Nem coincidência que ela esteja com um pé na rampa do Palácio do Planalto. Marina é uma personalidade internacional. Será a queridinha da mídia mundial, a primeira chefe de estado militante ambientalista em todo o mundo, inaugurando uma tendência que, nos próximos 20 a 30 anos, predominará, deixando nas gavetas da História as ideologia do Século XX, de esquerda e de direita, não importa. Isto é muito sério.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s