Editora Record lança nova edição de “CV-PCC: A irmandade do crime”.

Dois dos volumes da trilogia do autor sobre violência urbana e crime organizado.

Dois dos volumes da trilogia do autor sobre violência urbana e crime organizado.

Chegou às livrarias, esta semana, uma nova edição do livro do jornalista Carlos Amorim. “A irmandade do crime” trata das duas maiores facções criminosas do país, o Comando Vermelho (CV) e o Primeiro Comando da Capital (PCC). Descreve em detalhes a trajetória das organizações e suas ramificações no país e no exterior. O Comando Vermelho foi criado no presídio da Ilha Grande, no litoral fluminense, no final dos anos 1970. Presos políticos e detentos comuns foram misturados na cadeia, durante o regime militar. Desta convivência surgiu o núcleo organizador do CV.

O PCC foi fundado no anexo do presídio de Taubaté, interior de São Paulo, mais conhecido como “Piranhão”. Foi no início dos anos 1990. O PCC, desde a sua criação, se anunciou como aliado do CV. Prometia uma revolução no sistema prisional. Inclusive adotou o lema da facção carioca: “Paz, Justiça e Liberdade”. Mas o que isto significava? “Paz” queria dizer: o fim das disputas internas entre as quadrilhas – e para isso foram promovidos massacres de detentos rivais. “Justiça” significava: cobrar das autoridades carcerárias o cumprimento da Lei de Execuções Penais (LEP) e a solução dos problemas materiais de vida nas cadeias. “Liberdade” era o direito de todo preso a obter a fuga.

O autor, em lançamento na Livraria Cultura, em São Paulo;

O autor, em lançamento na Livraria Cultura, em São Paulo;

Pela Constituição Brasileira, a Carta da República, fugir não é crime. É um direito. Desde que não ocorra violência ou danos ao patrimônio. Acreditem: uma fuga não acrescenta nem um ano de pena ao fugitivo. “CV-PCC: A irmandade do crime” é uma obra decisiva de investigação sobre o tema. Mergulha nos detalhes da história das maiores facções criminosas, inclusive examinando uma matéria controversa: o crime organizado e a política. Está disponível nas livrarias e também no formato de e-book, em: http://www.editorarecord.com.br.  O livro é o segundo volume de uma trilogia sobre violência urbana e crime organizado no Brasil: “Comando Vermelho – A história secreta do crime organizado”; “CV-PCC: A irmandade do crime”; e “Assalto ao Poder”. Todos da mesma casa editorial e do mesmo autor. Juntos, já venderam mais de 150 mil exemplares.

Anúncios
Esse post foi publicado em Politica e sociedade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s