Impeachment: Eduardo Cunha continua a pressionar o governo. Agora ele ameaça revelar conversas secretas com o Planalto. Pesquisa Datafolha: 81% dos brasileiros querem a cassação do deputado. Outros 67% dizem que Dilma é péssima.

 

impeachment 02

Cunha continua a chantagear o governo.

Está claro em todo o noticiário sobre a abertura do impeachment contra Dilma Rousseff que o presidente da Câmara dos Deputados estava chantageando o governo. Ele queria trocar o processo conta a presidente pelos três votos do PT na Comissão de Ética da Câmara, que pode cassar o mandato dele por falta de decoro. Quem jogou a última gota de gasolina na fogueira foi o presidente do PT, Ruy Falcão. O petista comentou com os jornalistas que os deputados do partido na Coimissão de Ética votariam contra Eduardo Cunha. Imediatamente, foi aceito o pedido de impeachment.

Na tarde desta quinta-feira (3 dez), a ação contra Dilma foi lida no plenário da Câmara, dando início ao processo. Ao mesmo tempo, em entrevista coletiva, Cunha chamava a presidente de mentirosa e ameaçava revelar conversas secretas entre ele e o governo no que se refere à aprovação, cada vez mais remota, da CPMF. No Congresso, os observadores afirmam duas coisas: Cunha não escapa do processo por falta de decoro e não conta com os 342 votos necessários para cassar a presidente. Na verdade, Dilma precisa de 171 votos para derrubar o pedido. Só o PT e o PCdoB, aliados firmes, somam 80 votos na Câmara. E se o processo do Conselho de Ética chegar ao plenário, há uma boa chance de Cunha perder o cargo de presidente e o próprio mandato.

Na verdade, Eduardo Cunha corre riscos maiores do que Dilma. Se perder o foro privilegiado, as acusações de corrupção contra ele na operação Lava-Jato, inclusive as contas na Suíça e a sonegação fiscal, saem do Supremo Tribunal e vão bater nas mãos do juiz Sérgio Moro. Aí, a barra pesa. De caráter excessivamente agressivo, sem a menor elegância, o deputado peemedebista queimou todas as pontes. Não pode mais renunciar à presidência da Câmara – e o impeachment agora parece irreversível e Cunha terá que obter os tais 342 votos. Se a ação contra Dilma cair, Cunha vai para o espaço. Diz o Datafolha: 81% dos brasileiros querem a cassação dele.

impeachment 03

De novo, um país dividido.

Todo esse imbróglio político mostra que o governo é fraco. Está paralisado e sem apoio popular (67% de reprovação no Datafolha). Agrava a crise econômica e faz aumentar a desconfiança do capital nacional e estrangeiro. Provavelmente, as agências internacionais de avaliação de crédito vão rebaixar a nota brasileira. Só os banqueiros e os especuladores estão gostando da crise: hoje a bolsa subiu, puxada pela alta das ações dos bancos, e o dólar baixou. Mas o empresariado sério, produtivo, que acredita no país, está de cabelo em pé. Vai continuar pisando no freio. Isso quer dizer: mais desemprego e mais recessão. A inflação mordeu o cabresto. O Banco Central, que deveria ter iniciado o corte dos juros, deixou o problema para o ano que vem, quando será tarde demais. E a banca, sorridente, cobra juros de até 400% ao ano, quando a Selic é de 14,25%.

impeachment 01

Radicalismo político pode gerar confronto e vi0lência.

E tem mais: como a História ensina, a elevação da temperatura política produz radicalismos de parte a parte. E radicalismo gera confronto. Ninguém se espante se houver violência nas ruas do Patropi. Querem ver o circo pegar fogo em Brasília, mas se esquecem das consequências sociais. Você, leitor, está preparado para a volta dos black blocs?

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Politica e sociedade. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Impeachment: Eduardo Cunha continua a pressionar o governo. Agora ele ameaça revelar conversas secretas com o Planalto. Pesquisa Datafolha: 81% dos brasileiros querem a cassação do deputado. Outros 67% dizem que Dilma é péssima.

  1. Monica Zafita disse:

    Compartilhado!

    Curtir

  2. Diana Barros disse:

    Quem estava chantageando quem pouco me importa, mostra quanto sujeira existe mas Dilma tem q ir e o Cunha vai logo depois… O Black Bloc sendo de esquerda não acredito q voltem as ruas.mas aquela massa verde e amarela vai sim! Se Deus quiser!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s