Deu tudo certo: fizemos uma Olimpíada memorável. Os Jogos da Paixão, no Rio, impressionaram o mundo. A festa teve a cara do povo. Mas não se sabe quanto custou a brincadeira.

1039193-_v9a0634.jpg

O brasileiro mostra a cara e faz a olimpíada da alegria. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

 

A Rio 2016 foi um colírio para um pais que não tinha boas notícias há vários anos. Vimos espetáculos grandiosos, como a festa de abertura, fruto da criatividade brasileira. Houve competições sensacionais. Para os torcedores nativos, show de bola no futebol e no vôlei. Ganhamos 19 medalhas: 7 de ouro, 6 de prata e 6 de bronze. Na classificação geral, 13º lugar. Melhor do que em Londres, mas muito abaixo do esperado. Atletas de renome mundial declararam amor ao Rio, enquanto quatro palhaços americanos inventaram assaltos para esconder farra e bebedeira.

O carioca confirmou a facilidade com que recebe gente de fora, para deleite dos estrangeiros. Com a presença do maior dispositivo policial-militar da história do país, os índices de violência despencaram nesses 19 dias de provas. E não apenas pelo aparato de segurança. Foi porque o povo estava mobilizado, curtia a festa e ainda faturava algum em meio à pior crise econômica que já vivemos. Uma turista americana, que havia perdido o celular na praia de Copacabana, ficou espantada ao ter o aparelho devolvido: “Se fosse no meu país (USA), talvez não o tivesse de volta”. Terrorismo, então, nem pensar.

Mas as contas da Olimpíada ainda não fecharam. A estimativa é de 37 bilhões de reais. Dava para construir uma enormidade de escolas e postos de saúde. Na verdade, parece que há uma vontade deliberada de que os detalhes do preço não sejam conhecidos do grande publico. Só para variar. Apesar da desconfiança – melhor seria dizer suspeita – a respeito de governantes e comitês organizadores, vimos bandeiras inimigas tremulando juntas. Lado a lado. Pacificamente. O Patropi parece ser  um lugar especial no mundo. Mas vem viver aqui pra você ver!

Anúncios
Esse post foi publicado em Politica e sociedade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s