Lula volta ao centro do palco: vai encarar a Lava-Jato e pode ter prisão decretada esta semana pelo juiz Sérgio Moro.

sergio-oro-01

Sergio Moro decide se aceita acusações contra Lula.

 

                                   Dilma já foi esquecida. Até pelo PT. Tanto que o partido não quis erguer a última bandeira da presidente cassada: a convocação de novas eleições. Quem está de volta ao centro do picadeiro político brasileiro é Lula. Esta semana, todas as atenções estarão voltadas para o ex-presidente. Lula terá de encarar a denúncia feita contra ele pela força-tarefa da Lava-Jato. São duas acusações: teria recebido 3,7 milhões de reais desviados da Petrobras e seria o comandante da “organização criminosa que saqueou o país” nos últimos anos.

                                   Dizer que Lula chefia uma facção criminosa formada por políticos, partidos, empresários, operadores financeiros e empreiteiros parece ser apenas um desejo dos seus acusadores, que admitem não ter provas. Mas em relação aos tais 3,7 milhões a coisa é mais complicada: este seria o valor do triplex no Guarujá, da reforma no imóvel e das despesas pagas à Granero por ter armazenado os bens pessoais de Lula ao deixar o Planalto. Aí aparecem notas fiscais, depoimentos de delatores, o envolvimento de pelo menos duas grades empreiteiras e até fotos do casal Lula da Silva no apartamento de cobertura.

                                   O juiz Sérgio Moro, que comanda os inquéritos da Lava-Jato, já recebeu a denúncia. Ainda esta semana vai decidir se aceita ou não as acusações. Pode, inclusive, decretar a prisão de Lula. Curioso: os procuradores e agentes federais da força-tarefa se recusaram a dizer se fizeram ou não o pedido de prisão a Moro. Passaram duas horas ao vivo na TV, na última quarta-feira, verdadeira fogueira de vaidades, e não deram a notícia mais importante: Lula vai ser preso ou não? Talvez a coletiva espalhafatosa tenha sido um teste para medir a reação a uma provável prisão de Lula.

                                   Seja como for, parece certo que Sérgio Moro vai aceitar a parte das acusações que trata dos 3,7 milhões. Sobre a história de Lula comandar o mundo do crime, Moro, que não é bobo, deve ficar ao largo dessas fantasias. Muitos observadores da cena política acreditam que o juiz vai decretar prisão temporária de Lula.                                   

                                  

Anúncios
Esse post foi publicado em Politica e sociedade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s