Polícia paulista tentou esconder extorsão contra Marcela Temer. O caso envolveu 33 delegados, investigadores e peritos da Delegacia Antissequestro. Parte das provas que condenou o hacker desapareceu.

marcela-temer-01

Marcela Temer. Imagem do portal DCM.

                                    A edição online da Folha de S. Paulo revela que a polícia e a justiça de São Paulo trabalharam juntas para encobrir a tentativa de extorsão praticada contra a atual  primeira-dama Marcela Temer. Ela teve o celular clonado por um hacker (Silvonei José de Jesus), que exigiu 300 mil reais para não divulgar uma conversa de Marcela com um de seus irmãos. Nessa conversa, a primeira-dama dizia que um dos assessores de Temer, publicitário ligado às campanhas do marido, era quem “cuidava dos assuntos de baixo nível”. O crime ocorreu em abril do ano passado, quando Michel Temer ainda era vice de Dilma Rousseff.

                                   Pela lógica dos fatos, um crime praticado contra a família do vice-presidente da República deveria ser investigado pela Polícia Federal. Não foi o que aconteceu. A Folha esclarece que havia por parte de Temer o receio de que o conteúdo da conversa telefônica vazasse para a imprensa. O jornal paulista explica que Temer procurou o então Secretário de Segurança de São Paulo, Alexandre de Moraes, para cuidar da investigação. Moraes montou uma força-tarefa com a equipe da Delegacia Antissequestro, uma das mais eficientes do estado.

                                   Vinte dias depois, o criminoso estava preso. Cinco meses depois, em outubro, já estava condenado a pena de prisão. Segundo a reportagem da Folha, a tal gravação sumiu: não está nem com a polícia, nem com a justiça. E Alexandre de Moraes virou Ministro da Justiça com a queda de Dilma. Pior: a pedido do Planalto, na semana passada, um juiz de Brasília proibiu a Folha e O Globo de publicarem detalhes do caso.

                                   Durma-se com um barulho desses!      

Anúncios
Esse post foi publicado em Politica e sociedade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s