Rodrigo Maia quer checar, uma a uma, todas as mais de 2 milhões de assinaturas populares do projeto “10 Medidas contra a Corrupção”. O deputado quer saber se aquelas pessoas existem mesmo. Vai demorar dez anos!

rodrigo-maia-e-eunicio-01

Rodrigo e Eunício. Imagem do portal Viamundo.

Forçado por medida limitar do Supremo Tribunal Federal (STF), o novo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), devolveu à Câmara dos Deputados o projeto das “10 Medidas contra a Corrupção”, que contou com mais de 2 milhões de assinaturas populares. O ministro Luiz Fux, na liminar, afirmou que os deputados não podiam ter deformado inteiramente a ação popular , que acabou “perdendo seu objetivo”. O magistrado afirmou que o Parlamento não deve voltar as costas para o povo.

Euníicio esperou passar o recesso parlamentar e só ontem mandou de volta o assunto para a Câmara, onde o seu correlato Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse não saber o que fazer com a ação popular. Maia falou aos jornalistas: pensava em devolver a ação ao Ministério Público Federal, autor do projeto, para que fosse feita a conferência das milhões de assinaturas, uma por uma, de modo a validar o apoio popular. Depois da declaração absurda, Rodrigo Maia de fato procurou o ministro Luiz Fux e repetiu a ele a intenção de checar cada nome que consta na petição, como informou a colunista Mônica Bergamo, da Folha. Quanto tempo os nossos servidores públicos levariam para atestar a existência de cada um dos mais de 2 milhões de assinantes?

A manobra é mais uma demonstração de que o Parlamento brasileiro não está nem aí para a vontade do povo. Sequer acredita que as “10 Medidas contra a Corrupção” tenham recebido tamanho endosso nas cinco regiões do país. Parece brincadeira. Isso reforça a impressão que as pessoas comuns têm da atuação dos parlamentares federais: um bando de oportunistas que legisla em causa própria e que quer se proteger a todo custo das centenas de acusações de corrupção e outros crimes. O resto é bobagem!

O projeto do MPF não é uma peça perfeita. Eu mesmo não assinaria duas das propostas apresentadas: a que dificulta a concessão de habeas corpus e a que valida provas obtidas por meios ilegais. Mas o que não dá é para jogar fora todas as ideias, como fizeram os nobres deputados no fim do ano passado.

Anúncios
Esse post foi publicado em Politica e sociedade. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Rodrigo Maia quer checar, uma a uma, todas as mais de 2 milhões de assinaturas populares do projeto “10 Medidas contra a Corrupção”. O deputado quer saber se aquelas pessoas existem mesmo. Vai demorar dez anos!

  1. antoniocarlosbumann@hotmail.com disse:

    Presente

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s