Greve de metroviários em São Paulo paralisa metade das linhas e deixa centenas de milhares de pessoas sem transporte. O movimento é contra a privatização de duas linhas, o que dá à greve um caráter político. Parece o início da campanha “eleições sem Lula é fraude”.

 

                                   Os sindicatos que representam os metroviários paulistas, fortemente influenciados pelo PT e outros movimentos de esquerda, decretaram a greve na noite de quarta para a quinta-feira (18 jan). Não houve divulgação e a população foi surpreendida pela paralisação. Motivo: protestar contra a privatização de duas das mais importantes artérias de deslocamento subterrâneo em Sampa. O Metro e a CPTM (companhia de trens urbanos) respondem pelo maior deslocamento sobre trilhos do país. Algo como dois milhões e meio de passageiros por dia.

                                   Segundo os sindicatos das categorias, o projeto de privatização vai resultar em milhares de demissões de trabalhadores do setor. O leilão das duas linhas do Metro paulista está previsto para esta sexta-feira (19 jan). O governo Alkmin diz que não. Não haverá demissões. Mas ninguém acredita. A paralisação dos metroviários provocou um caos na pauliceia. No entanto, observadores independentes acreditam que o movimento é uma espécie de senha para a grande mobilização pró-Lula, que será julgado pelo TRF-4 no dia 24. Seria o início do enfrentamento contra Temer e o esquema ultraconservador que se aboletou no poder.

                                   Não há como confirma tal hipótese. Mas parece provável. O TRF-4 ainda discute o adiamento do julgamento de Lula em segunda instância, por motivos de segurança, que o impediria de concorrer este ano. O movimento dos metroviários, em São Paulo, se for o ponto de partida da resistência, em nível nacional, pode levar todo o país ao caos. Por outro lado, o governo questionável de Michel Temer quer o julgamento no dia 24. Para afastar de si as acusações de corrupção. Teria, afinal, uma pauta política dedicada a outro.

 

   

Anúncios
Esse post foi publicado em Politica e sociedade. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s